Conheça a relação das etapas do funil de vendas com a jornada do cliente

Um funil de vendas alinhado à jornada do cliente melhora sua produtividade em vendas, diminui custos de aquisição de compradores e é essencial para sua estratégia de marketing digital. Na verdade, a base elementar das estratégias de captação e conversão de clientes está diretamente ligada à relação entre o funil e a jornada.

Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Então confira agora mesmo esta postagem!

O que é funil de vendas?

As empresas fazem contato e interagem com muitos potenciais compradores, mas apenas alguns deles se tornam clientes. Desse modo, ocorre um afunilamento da quantidade deles conforme avançam no processo de compra. É o que justifica que usemos o termo funil de vendas.

Assim, ele é uma representação das etapas pelas quais o cliente passa desde que tem o primeiro contato com uma marca até a primeira compra. Ao mesmo tempo, também envolve um método de acompanhamento desse processo. Ou seja, é um modelo estratégico que, por meio de ações e gatilhos, dá suporte à jornada do cliente.

O que é jornada do cliente?

Ao mesmo tempo em que a empresa desenvolve sua estratégia de funil para estimular um número cada vez maior de clientes a migrar de etapa em etapa, o cliente possui o seu próprio ritmo, preferências e expectativas em relação ao processo. Por isso, chamamos de jornada de compra os passos que ele dá até adquirir um produto.

Qual a relação entre jornada e funil?

Quanto mais alinhado o funil estiver em relação à jornada, mais fácil e natural será a conversão de vendas. Dito de outro modo, o funil de vendas é um processo elaborado pela empresa para guiar o cliente em sua jornada de compra. Suas estratégias e ações são pensadas para tirar o máximo proveito do conhecimento que a empresa tem sobre a forma que o cliente compra.

Quais as etapas do funil de vendas?

Topo de funil

Essa é a etapa inicial do funil na qual se encontra um número mais expressivo de visitantes de seu site. Eles podem ter encontrado sua empresa por meio do Google, das redes sociais, anúncios ou outras formas de menções à sua marca.

Nessa fase, eles não estão interessados em comprar o seu produto para resolver um problema previamente identificado. Eles podem nem ao menos ter consciência dessa necessidade. Portanto, suas ações voltadas para esse público deve ajudá-lo a identificar que possui um problema.

Meio do funil

As ações e conteúdos de meio de funil se dirigem aos clientes que estão em um estágio no qual sabem de um problema e estão interessados em soluções para resolvê-lo. Do mesmo modo que na etapa anterior, suas ações e estratégias precisam ajudá-lo. O cliente deve ser nutrido com informação de valor e relevância que o eduque sobre as melhores alternativas de que dispõem.

Fundo de funil

Agora seus potenciais clientes já se tornaram leads qualificados, ou seja, estão prontos para serem abordados com uma oferta comercial que demonstre as vantagens e diferencias do seu produto em relação à concorrência. Por isso, é fundamentar estabelecer critérios seguros que permitam identificar claramente quem são eles.

Com um funil de vendas elaborado corretamente e para dar suporte à jornada do cliente, você diminui os seus custos de aquisição de clientes, aumenta a sua conversão de vendas e o número de oportunidades de negócio geradas. Para dominar essa habilidade é muito importante conhecer o processo de decisão do cliente.

Por isso, acesse a postagem complementar: “Entenda como funciona o processo de decisão de compra do consumidor”.

Michell Oliveira
Michell Oliveira
Gestor de Negócios na MODO/7.
Fale conosco!