Quanto é necessário investir em marketing digital para ter resultados?

Investir em marketing é fundamental para alavancar os negócios, mas é preciso planejar um orçamento com o objetivo de obter o melhor retorno possível. Do contrário, qualquer empresário corre o risco de efetuar gastos aleatórios, que não complementam uns aos outros, contrair despesas por impulso e, no pior cenário, não conseguir resultados satisfatórios.

A boa notícia é que o marketing digital facilitou o controle do retorno obtido para as empresas. Isso porque existem ferramentas de análise e monitoramento que permitem identificar com maior facilidade o que está dando certo e o que precisa ser corrigido. Desse modo, você investe com mais segurança e certeza.

Porém, é lógico não existe um valor ideal de investimento válido para todos os casos. Cada empresa precisa fazer sua própria relação entre o ideal e o possível para equilibrar e otimizar ao máximo os recursos disponíveis. Pode parecer complicado, mas, ao concluir a leitura desta postagem, vai se impressionar com o quanto simples podemos tornar essa tarefa. Confira!

Equilibre disponibilidade e necessidade

Essa pode ser a tarefa mais difícil, especialmente na primeira vez que você elabora um orçamento e ainda não tem uma boa referência anterior. Seria muito fácil se pudéssemos contar com uma fonte interminável de receita para fazer altos investimentos, mas sabemos que essa não é a realidade da maioria das empresas brasileiras.

Para facilitar, você deve partir dos seus objetivos de expansão. Eles são mais arrojados ou conservadores? Em alguns momentos, as empresas precisam se tornar conhecidas para projetar um grande crescimento no futuro. Em outras situações, pode ser mais razoável pensar em um desenvolvimento mais lento.

Para objetivos mais audaciosos, a maioria das empresas trabalha com investimentos de mais de 10% de seu faturamento e, quando eles são apenas de manutenção da marca e do relacionamento com os clientes, eles podem ficar abaixo dos 5%.

Depois de definir em qual dessas situações se encaixam suas pretensões para a empresa, você pode efetuar um calculo financeiro simples para determinar o impacto do investimento no caixa do seu negócio. Conforme o caso, pode ser necessário fazer um pequeno ajuste no percentual ou cortar outras despesas menos prioritárias, mas você já terá um ponto de partida.

Relacione suas ações de marketing

O segundo passo é distribuir sua verba entre as ações de marketing que pretende desenvolver. Nessa etapa, é importante relacionar os investimentos que fez anteriormente, os que funcionaram, o que impediu o sucesso de algumas iniciativas e outros detalhes do seu histórico. Considere, por exemplo:

  • confecção de material gráfico: ainda que o marketing digital esteja mudando nossa realidade, você pode precisar de cartões de visita, folders e outros materiais;
  • anúncios digitais: a internet proporciona muita exposição gratuita, mas ela tem alcance limitado. Por isso, considere investir em anúncios;
  • redes sociais: elas também permitem impulsionar publicações para melhorar o alcance;
  • eventos: são ótimos para relacionamento com públicos de interesse;
  • softwares: o marketing sem tecnologia é coisa do passado;
  • prestadores de serviçoprofissionais especializados otimizam o resultado.

Pesquise tendências

O cenário de marketing muda o tempo todo. Felizmente, existem especialistas que se dedicam a relacionar tendências e essa é uma ótima referência para definir as melhores ações. Por isso, pesquise e relacione as que mais influenciam no seu caso e as considere na hora de definir seus investimentos.

Paralelamente, procure se inteirar sobre as novas soluções de marketing disponibilizadas pelo mercado. Especialmente no caso de ferramentas tecnológicas, é comum que sejam lançadas alternativas mais baratas e melhores o tempo todo.

Permita que seu cliente participe do processo

Você não precisa contratar clientes para ajudar a elaborar o seu orçamento, mas as opiniões e, principalmente, os hábitos de comportamento deles devem ser considerados. Detalhes como se ele faz pesquisas sobre o seu produto em um determinado site, nos mecanismos de pesquisa, se por meio de smartphones, em qual canal e horário, são determinantes nos resultados de marketing.

Contudo, evite deduzir esses dados. É por isso que escolhemos colocar os clientes como participantes do processo. Quando levantamos esse tipo de informação com eles, conseguimos direcionar o orçamento para os canais certos, no momento ideal, da forma perfeita. Assim, os resultados aparecem.

Levante orçamentos para investir em marketing

Com uma definição prévia do direcionamento dos investimentos, é o momento de cotar as ações no mercado e conhecer as melhores opções. Nesse processo, é fundamental considerar a relação de custo-benefício. Nem sempre o mais barato é a melhor opção e, no caso do marketing, uma despesa mínima que não traga retorno é sempre a pior alternativa para a empresa.

Trabalhe com uma margem de segurança

Um orçamento de marketing costuma ser planejado para um período de um ano. Nesse tempo, podem surgir boas oportunidades que você não considerou e, se você não tiver uma margem de segurança projetada, corre o risco de precisar aumentar seus gastos sem planejamento ou de perder essas chances especiais.

Além disso, é natural que ocorram imprecisões na elaboração. A margem serve para equilibrar essas inconsistências e evitar os problemas decorrentes. O percentual ideal depende da sua experiência com esse tipo de investimento e dos dados de histórico de que dispõe, mas trabalhar com algo em torno de 10% a 20% dos recursos disponibilizados costuma ser o suficiente.

Reveja os objetivos e coloque tudo no papel

Depois de todas essas etapas, basta colocar o seu orçamento no papel e elaborar um cronograma de investimentos. Como cada uma das sugestões que relacionamos para você interfere nas outras, antes de concluir o processo, é oportuno rever seus objetivos e reorganizar suas ações de acordo com eles.

Monitore os resultados

Conforme você aplica cada ação de marketing planejada, é fundamental analisar o retorno obtido com cada uma delas. Considere que o seu planejamento é dinâmico e pode ser alterado e ajustado com base nessa avaliação. É justamente essa prática que vai permitir aprimorar continuamente os seus resultados e os orçamentos futuros.

Para concluir, precisamos lembrar você de que investir em marketing e obter o melhor retorno depende de conhecimento sobre as novas tecnologias, o ambiente digital, a forma como o consumidor se comporta e as constantes mudanças de cenário que impactam no mercado.

Por isso, contar com o auxílio de profissionais especializados e toda a experiência de várias campanhas realizada, evita o exercício de tentativa e erro próprio do período de aprendizado que, inevitavelmente, contribui para o desperdício de recursos.

Mas você não precisa se preocupar com isso. Conheça como o Modo7 tem ajudado empresas como a sua a crescer com investimento otimizado e de alto impacto. Para isso, visite o nosso site. Depois, é só solicitar mais informações para a nossa equipe.

Iêgo Lima
Iêgo Lima
Gestor de Mídia e Performance na MODO/7.