Quais são as reais vantagens do LinkedIn para as empresas?

Sabia que o LinkedIn tem mais de 467 milhões de usuários no mundo, tendo mais de 28 milhões no Brasil? Além disso, segundo o próprio site, muitos profissionais no segmento B2B acreditam que o LinkedIn para as empresas seja uma fonte eficaz para geração de leads.

Ainda assim, muitos empresários não sabem quais as vantagens reais que a rede social pode trazer para os seus negócios. Se você se considera um deles, não se preocupe! Neste post separamos os tópicos essenciais para que você entenda como tirar o máximo de proveito dessa ferramenta. Confira!

É possível anunciar?

O LinkedIn é uma das melhores mídias sociais para anunciar no mercado B2B, visto que possui uma rede altamente segmentada e relevante. Por acreditar que as empresas conseguem obter um ROI satisfatório, a rede social cobra um dos valores mais caros do mercado para links patrocinados.

Confira alguns parâmetros de valores:

  • por campanha: orçamento mínimo diário de  US$10;
  • por CPC ou CPM: lance mínimo de US$ 10.

Como aumentar a autoridade da empresa?

Para ganhar autoridade no LinkedIn, a primeira coisa a fazer é criar sua própria página. Para isso, em geral, é necessário somente que a empresa possua um e-mail com domínio próprio. Dessa forma, um dos benefícios é que seus funcionários poderão registrar em seus perfis que trabalham na sua empresa, aumentando a sua visibilidade.

Entretanto, não basta criar a página: é necessário atualizá-la com as informações da sua empresa e fazer postagens com regularidade. Além disso, incentive seus funcionários a criar posts também, aproveitando para promover as ações da sua empresa e as novidades do mercado.

Afinal, os seus funcionários são os representantes da sua marca. É recomendável que a empresa procure conhecer a fundo a ferramenta e realize treinamentos com os funcionários para que eles possam tirar maior proveito dela. É preciso que tudo seja pensado de modo que o conteúdo seja relevante para o público em questão.

Como produzir conteúdo no LinkedIn para as empresas?

Os conteúdos podem ser criados assim como para outras redes sociais: por meio de posts. Contudo, aqui vai uma dica do LinkedIn para as empresas: 90% do conteúdo postado não deve ser relacionado diretamente à marca — ou você cansará a audiência.

Sua página pode postar, por exemplo, assuntos relacionados ao mercado de trabalho, à sua indústria ou a qualquer outro tema do âmbito profissional. Como em outras redes, o usuário pode também compartilhar publicações de assuntos relevantes para o público-alvo ou comentar sua opinião em postagens — o que acontece mais no LinkedIn.

Há, ainda, o LinkedIn Pulse, no qual o usuário pode publicar artigos de cunho autoral. Essa é a melhor maneira de ganhar autoridade na ferramenta, já que escrever sobre um assunto demonstra que o usuário tem domínio sobre o tema.

Qual é o comportamento e a expectativa dos usuários do LinkedIn?

De acordo com uma pesquisa realizada pelo LinkedIn, os usuários não estão ali para buscar empregos. Pelo contrário: 99% deles tem como objetivo principal fazer networking, marketing pessoal, buscar parcerias e obter estímulos, ideias e insights.

Além disso, outros pontos merecem destaque:

  • 60% dos usuários consideram que os conteúdos do LinkedIn são materiais necessários para ter sucesso profissional;
  • em média, os usuários passam 10 horas por semana consumindo conteúdo relativo ao mercado de trabalho;
  • para 84% da amostra, o LinkedIn é a principal fonte de conteúdo relevante;
  • esses usuários são mais dispostos a compartilhar conteúdos que atendem às suas necessidades.

Com todos os tópicos abordados neste post, acreditamos que agora você seja capaz de entender realmente como aplicar as estratégias do LinkedIn para as empresas. Que tal agora entender como o Facebook Ads consegue mais resultados em curtidas e comentários? Confira o nosso post sobre o assunto!

Iêgo Lima
Iêgo Lima
Gestor de Mídia e Performance na MODO/7.